sábado, 14 de setembro de 2013

O TIGRE E O COELHO

Olá minhas crianças lindas e maravilhosas! Hoje vou contar pra vocês, a estória do Tigre e do coelho.

Era uma vez...

   Moravam em uma floresta, todos os bichos que nossa imaginação possa alcançar. Mas entre todos os moradores, existia uma tigre que era o terror da bicharada. Sempre de olho em alguém para comê-lo. todos fugiam dele, e aquele que não conseguia, virava almoço ou jantar  do temido tigre.
   O mais perseguido era o coelho, muito inteligente, sempre conseguia escapar; e em suas andanças e correrias, pensava sempre num modo de acabar com o tigre, o terror da bicharada. Convocou então nosso coelho, uma reunião com os outros bichos, para encontrarem  uma forma de driblar o tigre, pois todos tinham uma queixa a acrescentar sobre as maldades as suas maldades.
   Dona cotia tomou a palavra e disse:   "Estávamos eu e meu marido, passeando despreocupados pela floresta, quando o tigre saltou em cima de nós. Eu, de um salto consegui escapar, mas meu saudoso marido não teve a mesma sorte, indo parar na barriga do tigre." E dona Cotia enxugou uma furtiva lágrima. Incentivados pela história triste de dona Cotia, todos foram contando suas histórias, nada agradáveis por sinal, pois todos tinham um parente, que fora refeição de nosso famoso tigre.
   Portanto, o  tigre não era nada querido pela bicharada.
Enfim, falaram, falaram e falaram, mas não chegaram a nenhuma conclusão.Se despediram nossos amigos, e foram embora, um tanto cautelosos pois já se fazia noite alta, e o tigre aproveitava da escuridão para ataca-los, não sem antes prometerem uns aos outros, que se reuniriam na próxima noite para discutirem o assunto, pois do jeito que estava não poderia continuar, ou o tigre comeria a todos.
   Caminhava o coelho atento a todos os ruídos da floresta, pensando em todos esses problemas, como fariam para livrarem-se do tigre, quando deparou com um poço abandonado. Muito curioso, parou nosso coelho para olhar. Como a lua estava muito clara, viu sua imagem refletida nas águas. Teve uma ideia! agachou-se e gritou: "Hei!!!" qual não foi surpresa quando o eco respondeu: "Hei,  hei,hei!" Pronto, achou a solução para acabar com o tigre.
   No outro dia, quando os bichos se reuniram, contou-lhes o coelho entusiasmado como descobrira o poço, e o plano que tinha para atrair o tigre. Todos concordaram; ficariam escondidos para o verem  cair na armadilha.
   No outro dia, o coelho foi procurar o tigre, um pouco assustado é claro, pois a refeição predileta do tigre era coelho assado,  mas engoliu seu medo, fingindo uma coragem que não tinha e uma segurança que estava longe de sentir e iniciou uma conversação:
   "Olá meu compadre tigre, como tem passado?" Surpreso com a audácia do coelho em dirigir-lhe a palavra, e pensando já no suculento almoço que teria, resolveu ser gentil. "Olá compadre coelho, estou muito bem e com muita fome!" As pernas do coelho tremeram, mas permaneceu firme. "Então meu amigo tigre,  vim informá-lo que um outro tigre anda por essas bandas, dizendo que o compadre não é de nada, e que ele é o novo rei da floresta. A isca estava lançada. O tigre ficou tão bravo que até seu bigode tremia! Então o esperto coelho disse: "Imagina compadre, se vamos reconhecer outro rei em nossa floresta? somente ao compadre é que devemos esta honra!" O tigre todo envaidecido disse:  "Pois é compadre coelho, me leve até esse impostor, que vou mostrar-lhe quem manda aqui." Era a oportunidade que o coelho esperava e sem mais delongas, levou o tigre até o poço abandonado, onde a bicharada estava escondida para assistir. Lá chegando, o coelho disse ao tigre: "Se aproxime compadre, é aí que ele mora." O tigre cheio  de raiva, se aproximou do poço e ao olhar para baixo, viu sua imagem refletida na água e pensou que fosse o outro tigre. O coelho vendo sua indignação disse: "Oh compadre, chame-o de tigre idiota." O coitado do tigre caiu na armadilha do coelho e disse: "tigre idiota!" O eco respondeu: "tigre idiota!"  O esperto coelho foi incentivando o tigre a brigar com seu reflexo e seu eco  e o tigre continuou: "você que é o rei dessa floresta?" O eco respondeu: "Você que é o rei dessa floresta?"  E o tigre, cheio de raiva berrava: "O rei sou eu, e quem vai te comer sou eu!" e o eco respondia tudo. O esperto e audacioso coelho, viu aí o momento certo de acabar com o tigre e disse: "Oh compadre, se você não fizer alguma coisa, ele vai sair e come-lo. Pule lá e acabe com ele. Porque aqui em nossa floresta, só reconhecemos você como nosso rei." 
   Os bichos escondidos, tremendo de medo, entenderam a astúcia do coelho, e continuaram quietinhos acompanhando o desenrolar dos fatos. Se o tigre descobrisse que era um truque, coitado! Ia virar coelho assado. Mas que nada!  o tigre era tapado mesmo e não entendeu nada. Então resolveu seguir o conselho do coelho e acabar com o outro tigre, só assim seu reinado seria absoluto. E cheio de vaidade, pulou no poço. Ao chegar em baixo entendeu que não havia tigre nenhum, era seu reflexo, e o eco de sua voz. Tentou sair para se vingar do coelho, mas o poço era muito fundo  e não conseguindo, morreu afogado, para o alívio dos bichos, que daquele dia em diante, deixariam de ser comida de tigre, para viverem em paz com suas famílias. Um a um foram cumprimentar o coelho pela sua astúcia e inteligência. riram e comemoraram porque agora não teriam mais que se esconder do tigre. Abraçaram o coelho e fizeram um festão! E assim sem a presença má do tigre, todos viveram felizes para sempre. E a floresta agora, vive só em festa, graças à sabedoria do coelho.

   



Nenhum comentário: