segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

PAI NOSSO

PAI NOSSO:

A ORAÇÃO DO SENHOR.

Oração ditada por Jesus, tem duas partes. 

Na primeira parte, Jesus fala sobre o projeto de salvação de Deus. Ele é Pai, seu Nome é Santo, e quem quiser pertencer ao Reino de Deus, deve fazer sua vontade.

Pai nosso:  Com esta oração jesus nos mostra um segredo de Deus: Ele é pai de todos nós; rezar o Pai Nosso significa pedir a Deus que nos tornemos semelhantes a Jesus. Todo filho tem muitas semelhanças com seu pai.

Santificado seja o vosso nome:  O nome da pessoa é a própria pessoa. O nome de Deus é Santo. Rezar santificado seja o vosso nome, significa dizer que queremos ser abençoados por Deus porque Ele é Santo e está em nosso coração.

Venha a nós o vosso Reino: Deus é considerado o Rei de tudo que foi criado.Venha a nós o vosso reino, quer dizer "aceitar 'as ordens do Rei do amor, da bondade, e da justiça.

Seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu: Que nos amemos uns aos outros, que todas as pessoas se amem e vivam unidas,que não haja brigas, injustiças, desentendimentos entre nós. Que todas as pessoas se salvem praticando a justiça e o amor. Essa é a vontade de Deus a nosso respeito.

SEGUNDA PARTE:

O pão nosso de cada dia nos dai hoje: O pão é o sustento de nossa vida. Pedir o pão, é pedir todos os bens materiais e espirituais. É pedir que todos tenham condições de uma vida dígna. É pedir também o pão da Palavra de Deus.

Perdoai as  nossas ofensas assim como nós perdoamos a quen nos tem ofendido:  O perdão não pode faltar nas relações com Deus e com os irmãos. Sempre pecamos e sempre erramos. Reconhecemos que somos pecadores e pedimos perdão. É pedir a Deus que nos perdoe na mesma proporção que perdoamos nossos irmãos. É um pedido muito sério, porque damos a Deus a medida do perdão, por isso temos que perdoar sempre, e perdoar de verdade.

Não nos deixeis cair em tentação:  Tentação significa receber convite para fazer o mal.Precisamos estar sempre atento, porque a tentação sempre nos vem como coisa boa. Como somos fracos e frágeis, muitas vezes caímos. Estamos pedindo força para resistir e vigiar.

Mas livrai-nos do mal:  O mal existe e nos ameaça. Por isso pedimos proteção a Deus, para que nos livre do mal. Precisamos desta proteção.

Amém: Assim seja. Assim deve ser. Que se realize e confirme o nosso pedido agora e sempre.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

ANO LITÚRGICO

Olá minhas crianças lindas e maravilhosas, vamos conhecer o ano Litúrgico?


durante o ano inteiro, a igreja comemora a vida de Jesus, desde o seu nascimento, até sua paixão, morte  ressurreição e ascensão. o "calendário" estabelecido pela Igreja, denomina-se Ano Litúrgico  (diferente do calendário civil). Para que possamos compreendê-lo melhor, o calendário litúrgico está dividido em partes chamadas "tempos litúrgicos". Assim compreendidos:

ADVENTO: Tempo de preparação para o nascimento de Jesus, inicia-se quatro domingos antes do Natal e termina com a festa do natal. (25 de dezembro).

NATAL: dia 25 de dezembro: nascimento de Jesus. comemora-se até duas semanas seguintes com a festa do batismo de Jesus.

TEMPO COMUM: (1ª PARTE) inicia-se na segunda feira do batismo de Jesus, e termina na terça-feira, véspera de Quarta-feira de cinzas.

QUARESMA: Tempo de conversão e penitência: inicia-se na quarta-feira de cinzas e termina e termina no sábado, véspera de domingo de Ramos.

SEMANA SANTA: inicia-se no domingo de Ramos, (entrada triunfal de Jesus em Jerusalém) e termina  no sábado santo.Festa da vigília Pascal.

PÁSCOA:  Inicia-se no domingo de Páscoa, (ressurreição de jesus) e termina 50 dias depois, com a festa de pentecostes. (festa do Espírito Santo).

TEMPO COMUM:  (2ª parte). inicia-se na segunda-feira, após a festa de Pentecostes e termina no sábado, véspera do 1º domingo do advento.

O ano litúrgico é dividido em três partes, ou três anos: "ano A ano B e ano C"  . cada ano corresponde a uma Evangelho. No Ano A , é proclamado o Evangelho de mateus. Ano B o Evangelho proclamado é o de marcos. Ano C o evangelho proclamado é o de Lucas. O evangelho de João é proclamado durante o tempo Pascal, em todos os três anos.

São 4 os Evangelistas: (evangelistas porque escreveram os Evangelhos) Mateus, marcos, Lucas e João

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

ORAÇÃO DE LOUVOR

ORAÇÃO:

Disse alguém certa vez:

"Se numa igreja houver dez altares, e cada um com uma finalidade, em nove desses encontraríamos  gente pedindo, e apenas um agradecendo." No entanto, a oração mais perfeita não é a de pedidos,  mas a de agradecimentos. Quando duas pessoas que se amam estão conversando, não fica uma fazendo uma lista de pedidos à outra. Nosso grau mais elevado na oração será quando a gente se entrega inteiramente a Deus, simplesmente pelo prazer de ficar falando com Ele, independentemente de pedidos. O povo de Israel não se cansava de louvar as maravilhas e milagres que o Senhor lhes havia feito desde o começo do mundo. Existem na Bíblia mais de 150 salmos que são verdadeiros poemas ao poder e a misericórdia Divina, umas vezes suplicando, outras agradecendo, ora se dirigindo diretamente a  Deus, ora conclamando os povos a louvá-lo. 


Então vamos louvar ao nosso Deus, agradecer as maravilhas que acontecem em nossas vidas?

Temos muito mais a agradecer do que a pedir.

Um exemplo:  "Eu te agradeço e te louvo  Pai, porque em sua sabedoria e bondade, nos destes Jesus, seu Filho, para a nossa salvação e remissão dos nossos pecados."







domingo, 13 de janeiro de 2013

BATISMO DE JESUS

JESUS É BATIZADO POR JOÃO BATISTA

Em seu batismo, jesus reforça a disposição de partilhar de nossa fragilidade, desce até as profundezas do Jordão e, escutando a voz do pai e, acolhendo a luz e força do Espírito Santo, assume a missão redentora nos moldes do servo manso e humilde. Que sejamos levados a escutar com fé a palavra do Filho de Deus, e a assumir nosso batismo como discípulos e missionários de Cristo. 

FONTE:  FOLHETO DEUS CONOSCO

E a todos nós, internautas de Deus, Paz e bem ! ! ! ! 

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

PÃO EUCARÍSTICO

EUCARISTIA:

São Paulo nos lembra, que não podemos comungar do Corpo e do Sangue de Jesus indignamente. O que isso significa?  O Apostolo sugere que não podemos comungar na Eucaristia, se não comungamos na vida. Como haveríamos de comer o Pão Eucarístico, se o pão que sacia o corpo, falta na mesa de muitos?

Então minhas queridas crianças, vamos aprender a dividir o que temos? Olhem que música linda!

Dar do pouco que se tem,  
Ao que tem menos ainda,
enriquece o doador,
Faz sua lama ainda mais linda.
Dar ao próximo alegria,
Parece coisa tão singela,
aos olhos de Deus porém,
É das artes a mais bela.

Fica sempre, um pouco de perfume,
Nas mãos que oferecem rosa,
Nas mãos que sabem ser generosas.........
















quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

DONS DO ESPÍRITO SANTO

ESPIRITO SANTO

A vida moral dos cristãos é sustentada pelos dons Espírito Santo
 Esses dons tornam o homem dócil para seguir os impulsos do mesmo Espírito.
Jesus falou aos Apóstolos que o Espírito Santo lhes ensinaria todas as coisas.O espírito Santo é a terceira pessoa da Santíssima Trindade e possui a mesma natureza Divina como o Pai e o Filho Jesus.Assim como o Pai e o filho, o Espírito Santo é:

ONIPRESENTE - Porque está em todo lugar.
ONISCIENTE: - Porque tudo sabe 
ONIPOTENTE: - Porque tudo pode

O Espírito Santo nos dá um presente, são os seus sete dons:

1) sabedoria
2) Inteligência
3) conselho
4) fortaleza
5) ciência
6) Piedade
7) Temor de Deus

_________________________________________________________________________________

O que é um dógma?  Uma verdade de fé, proposta pela Igreja, sua negação implica em heresia.



terça-feira, 8 de janeiro de 2013

MARIA CATEQUISTA

O SIGNIFICADO DE MARIA NA VIDA DE JESUS

Maria significou muito na vida de Jesus; foi a que mais partilhou da vida do Filho,foi a que mais entendeu Jesus.Sabia dialogar com Ele e sabia quem era Jesus. Maria significou tanto na vida de Jesus, que o acompanhou em todos os momentos de sua vida, mesmo e especialmente nos mais difíceis de sua missão, que foi a sua doação ao Pai, pela terrível morte de cruz, pela salvação da humanidade. Maria significou tanto em sua vida,que de pé, não desanimou e acreditou no amor de seu Deus.

Maria, presença viva na vida de jesus, presença constante na vida de todo  o povo cristão. E o significado maior na vida de Jesus, foi o seu sim a Deus, dando origem à encarnação do Verbo: (E o Verbo se fez carne e habitou entre nós) E o próprio Jesus diz referindo-se à Maria: "Bem aventurados os que ouvem as Palavras de Deus e as põem em prática" E Maria foi a que mais ouviu e pois em prática a Palavra de Deus, no silêncio e na obediência.

Maria, catequista de Jesus, e tem muito a nos transmitir e a nos instruir como cristãos.

A missão de Maria com seu Filho, não foi apenas cuidá-lo, alimentá-lo, mas instruí-lo nos ensinamentos do Pai.

Maria catequista, mostra-se sempre solícita, fazendo-o apreciar, as belezas do mundo e as pessoas como presente de Deus. Sua catequese com jesus foi carinhos, íntima e familiar. Ela possuía a certeza que todos os seus conhecimentos e sabedoria, vinham do Pai. Por isso a sua importância na vida de jesus. Revestida da força e sabedoria do Alto, soube incutir em seu filho, o verdadeiro zelo pelas coisas do Pai.  "SALVE MARIA! ! !"

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

SANTA MISSA

A SANTA MISSA:

As partes principais da Santa Missa são quatro:

1) As leituras, porque nelas estão contidas a palavra viva de Deus, portanto, é Deus falando aos seus filhos.

2) Ofertório, onde são ofertados as primícias do pão e do vinho, ou seja, o próprio Jesus se oferece ao Pai.

3) consagração, no exato momento em que o padre faz a consagração do pão e do vinho, acontece a transubstanciação, ou seja, o pão deixa de ser pão, e o vinho deixa de ser vinho, para se transformar no Corpo e Sangue se Jesus.

4) Momento supremo: Quando o padre levanta a Hóstia Consagrada e o Cálice e diz: Por Cristo, com Cristo, em Cristo! Ponto alto da Celebração. Cristo é oferecido ao Pai entre louvores.

domingo, 6 de janeiro de 2013

EPIFANIA

Onde está o Rei dos Reis que acaba de nascer?

Quem eram aqueles reis vindos de terra longínquas e que estrela luminosa era aquela, que os teria guiado até a cidade de Belém para ver um recém- nascido?

Uma estrela guiou uma caravana de estrangeiros até Belém.

O menino que os magos encontraram reclinado na manjedoura, era um ser inocente, inofensivo e silencioso.
Era uma criança sem tronos nem coroas, nem poderes, nem cetros e palácios. No entanto, eles o reconheceram como Senhor e Rei.As oferendas que trouxeram atestam justamente isso:
"Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua Mãe, ajoelharam-se diante Dele e o adoraram, depois abriram seus cofres e ofereceram presentes: Ouro, incenso e mirra".

O ouro simboliza a realeza de Jesus.
O incenso simboliza sua divindade.
A mirra, significa sua paixão, suas dores 

Ouro para o Rei.
Incenso para o Deus.
Mirra para o homem.



O PRIMEIRO HOMEM

Deus criou o homem à sua imagem e semelhança; O primeiro homem chamou-se Adão e a primeira mulher chamou-se Eva.Deus criou Adão e Eva santos e felizes. Só que eles desobedeceram a Deus, ao serem tentados pelo demônio, que em forma de serpente os levou a comerem do fruto proibido. Desta forma o pecado entrou no mundo, não porque comeram o fruto que Deus havia proibido, mas porque desobedeceram a Deus. Esse pecado chama-se pecado original e só apagado com a graça santificante do batismo.

SACRAMENTO DO BATISMO:

SACRAMENTOS:


Sinais sensíveis da graça de Deus.

Assim como em nossa vida diária há muitos sinais,Jesus também nos deixou vários sinais que mostram o grande amor que Ele tem por nós. Jesus nos acompanha desde o nosso nascimento até a nossa volta para Ele. (morte)

SACRAMENTO DO BATISMO:

Quando nascemos, somos levados à Igreja,onde recebemos o Sacramento do Batismo, que nos faz cristãos, filhos de Deus. Recebemos uma vida nova,e começamos a participar da Igreja. O Batismo é como uma semente que se planta, mas que ao longo dos tempos, deve ser cultivada para que cresça e produza.Caso contrário de nada adianta.Assim também a semente do Batismo; se não for cultivada no dia-a-dia,na oração, na vivência em Deus, será uma semente chocha, não germinada. Vejamos de que modo vamos cultivar as sementes do Batismo:

Quando crescemos, vamos à catequese e aprendemos muita coisa sobre Deus. Apesar de conhecermos o que não devemos fazer, dizemos não à Deus, é a raiz do pecado que habita em nós.
Quando arrependidos, Jesus nos dá outro sinal: Esse sinal, é o sacramento da penitência, Confissão.

Na nossa caminhada precisamos de força, e por isso nós comemos para ficarmos fortes. Jesus nos deu a Eucaristia, que é o seu Corpo e seu Sangue,para ser nosso alimento espiritual.Esse Sacramento, é o da Eucaristia: comunhão,"comum união com Cristo".
E em comunhão com Cristo, também estaremos em comunhão com os irmãos.