domingo, 26 de agosto de 2012

CATEQUISTAS

Olá minhas queridas e meus queridos catequistas! Hoje é nosso dia. Devemos agradecer a Deus, porque nos chamou para um trabalho tão bonito dentro da comunidade, um vocação sublime, um amor dedicado. Sabemos que não somos capacitados, mas Deus nos capacita porque escolheu a nós; somos portadores de uma missão muito bela, estamos plantando sementes de amor no coraçãozinho de cada uma de nossas crianças, mas é preciso que essa semente seja regada ao longo do caminho, para que não venha a sufocar e morrer.Quão sublime é o nosso trabalho! Tenho histórias lindas ao longo de todos esses anos trabalhando com crianças! Ás vezes ensinamos, outras vezes somos nós que aprendemos. "Deus, cuida de cada catequista, ensinando-lhes o amor, o respeito por cada criança, a perseverança. mesmo nos momentos mais difíceis, dá-nos coragem e ensina-nos a  levar tua Palavra aos pequeninos, ensinar o teu amor, ensinar o perdão, a caridade, o respeito para com todos."

FELIZ DIA DOS CATEQUISTAS!!!!!!!!!!!!!!!!

sábado, 18 de agosto de 2012

MENSAGENS

MENSAGENS:


A vida não é feita apenas de falhas e tristezas; há beleza até nas pequenas coisas.


A ociosidade é a estupidez do corpo, e a estupidez é a ociosidade da mente.


A árvore da vida, deve ser regada pela fonte da bondade.


Jesus veio ao mundo numa manjedoura de humildade, iluminada pelas estrelas do amor sem fom. Pense nisso.



.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

CONHECENDO A BÍBLIA

Bíblia:

A Bíblia é o livro mais lido no mundo, o mais usado, o mais traduzido, ao todo e em toda  parte.

Bíblia é uma palavra grega que quer dizer livros. É de fato, uma coleção de 73 livros, dos quais, 46 pertencem ao Antigo Testamento e 27 ao Novo Testamento.
 No Antigo Testamento, conta-se a história do povo de Deus, antes de Jesus Cristo, no Novo Testamento conta-se a história depois de Jesus Cristo.

A Bíblia foi escrita na Palestina, onde mora o povo Judeu. Não foi escrita de uma só vez, numa só cidade, num só local.

Os primeiros trechos da Bíblia, foram escritos pelo ano de 950 antes de Cristo, nos tempos do grande Rei Davi e do sábio Salomão, portanto, a Bíblia começou a se formar há uns três mil anos. O último trecho da Bíblia foi escrito em torno do ano 100 depois de Cristo. Foi sendo escrita portanto, ao longo de aproximadamente uns 1000 anos. Muita gente ajudou a escrevê-la nas mais diferentes épocas.

Foi toda escrita à mão, em tiras de papiro ou rolos de couro curtido, chamados pergaminho. Em geral não sabemos o nome da pessoa, ou  pessoas  que escreveram os vários livros da Bíblia. É que eles não achavam importante saber quem os escrevia, enfim, o que se escrevia em nome de Deus.

A Bíblia é um livro inspirado pelo Espírito Santo, é portanto, a palavra de Deus dirigida ao povo.

os principais livros do Novo Testamento são os quatro Evangelhos, que foram escritos por: Mateus, Marcos, Lucas e João.

Mateus:    Homem culto e rico, que deixou tudo para seguir Jesus.
Marcos:   Era discípulo de pedro, primeiro apóstolo.
Lucas:      Era médico, não conhecia Jesus, mas pesquisou e escreveu sobre Jesus.
João:       Apóstolo de Jesus. fala do amor de jesus aos homens.

A Bíblia Judaica contém o que nós cristãos chamamos de Antigo Testamento, ou aliança. Para os Judeus, é a única aliança de Deus, a que Ele firmou com o povo de Israel.

O Antigo e o Novo Testamento juntos, formam a Bíblia cristã.

Os evangélicos têm em sua Bíblia, 7 livros a menos que os católicos. Isso porque, no antigo Testamento, eles incluem apenas os livros que constam da bíblia Judaica em língua Hebraica, enquanto os católicos seguem para o Antigo Testamento, a lista dos livros da antiga tradição grega, feita pelos judeus antes de Cristo.

Essa tradução, feita pelos judeus do Egito, a partir dos anos 150 antes de Cristo, continham alguns livros que não eram lidos pelos judeus da palestina, que liam a Bíblia na língua original, o Hebraico.  Trata-se dos livros:  (Eclesiástico, Baruc, 1 e 2 Macabeus, Sabedoria, Judite e Tobias.)

Os sete livros que os católicos têem a mais, são chamados  "deuterocanônicos" pelos católicos, e os protestantes os chamam de "apócrifos"

Desde 1971 comemora-se o mês da Bíblia.