quinta-feira, 12 de novembro de 2009

TEATRINHO DE NATAL

Teatrinho de Natal:


Música de fundo bem suave. (a escolha)

Narrador: Cansados e fatigados de uma longa viagem, um casal procura um lugar onde a mulher possa dar à luz, seu primogênito, mas, sem encontrar...

Entram José e Maria, procurando um lugar, onde ela possa dar à luz, não encontram, saem de cena.

Entram crianças alegres e barulhentas, e entre brincadeiras, comentam o Natal.

Juquinha: muito alegre! Oi coleguinhas, hoje é Natal! É dia de ganharmos presentes do Papai Noel!
Maria: É mesmo! O que você vai ganhar?
Juquinha: Vou ganhar um montão de coisas bonitas, e você?
Maria: eu tambem!

Aninha: O que é Natal?

Juquinha: Natal é o dia que Jesus nasceu
Aninha: Onde Jesus nasceu?
Juquinha: Jesus é o nosso Salvador e nasceu há muito tempo,
muito pobrezinho.
Aninha: É?

Juquinha: E você, Clarinha, o que vai ganhar?
Clarinha: Acho que não vou ganhar nada. Meus pais se separaram,
minha mãe está desempregada, e meu irmão está envolvido com drogas.

Narrador: Todos saem, brincando, alegres, menos Clarinha que permanece em silêcio, se ajoelha e reza:

Clarinha: Menino Deus, hoje é seu aniversário, é Natal!. Eu gostaria de ganhar presentes, como todas as crianças. sabe menino Deus, às veses em casa, não temos nem o que comer. como o Senhor nasceu pobrezinho, cuida de nós, menino Deus, para que eu não veja a mamãe chorando escondido.

Narrador:É menino Deus, esse é o retrato do teu povo sofrido, os pobres, humildes, marginalizados... Essa multidão que caminha a esmo sem saber a quem recorrer...

Entram Juquinha e Maria

Narrador: Juquinha e Maria ouviram a oração de Clarinha e conversam:

Juquinha: Maria, você ouviu a oração da Clarinha? vamos conversar com o pessoal, com nossas mães e ajudar sua família?
Maria: Vamos.

E os dois saem para conversar com todos.

Narrador: clarinha está muito, muito triste, e não sabe o que fazer. Enquanto isso, as crianças que conversaram com seus pais, entram sorridentes com presentes, e um cesta cheia de doces e guloseimas.

Todos: Olha só, Clarinha, o que nós trouxemos prá você e sua família!

Narrador: Clarinha recebe os presentes, comovidos, todos se abraçam. Esse é o verdadeiro Espírito do Natal, a união, o amor, a solidariedade. Repartirmos o pouco que temos, com quem tem ainda menos que nós.

As luzes são apagadas, entram José e Maria, com Jesus nos braços, todos dão-se as mãos, canta-se noite feliz.

O teatrinho está encerrado, para a saída das crianças, toca-se uma música bem alegre, saem um por vez e recebem os aplausos da comunidade.


Um comentário:

MARCELLA disse...

Parabéns amiga,delicado e objetivo!
Farei com meus pequeninos.
Deus a abençõe.Beijos.